6 dicas infalíveis para você passar longe do cansaço mental!

em

Na correria do dia a dia temos que dar conta de diversas tarefas, como trabalho e faculdade, e ainda existem as cobranças pra ter uma vida saudável e o corpo perfeito. Com isso acumulamos preocupações, deveres e responsabilidades, o que podem levar ao cansaço mental. Você já tinha ouvido falar disso?

Neste texto, vamos mostrar o que é isso, o que pode causar e como combater ou como você pode evitar. Continue lendo pra você saber mais!

O que é o cansaço mental?

Quando você se sente sobrecarregado, exausto ao final do dia e parece que as horas de descanso nunca são suficientes pode ser o cansaço mental batendo na sua porta. Ele também é conhecido como estafa mental e se caracteriza pelo excesso de informações e estímulos ao cérebro.

As preocupações com a vida pessoal, uma rotina apertada de trabalho e a falta de tempo pra cuidar do corpo e pra atividades de lazer podem sobrecarregar o cérebro. Quem nunca se pegou num momento de lazer pensando em um problema financeiro ou em um problema do trabalho? Com isso, forçamos nossa mente a trabalhar o tempo todo, sem aproveitar um momento pra se desligar e relaxar.

Como ele pode afetar a minha vida?

O cérebro é o centro de comando do nosso corpo. No momento que ele começa a se sentir sobrecarregado ele manda sinais para o corpo. A insônia e a dificuldade pra dormir, cansaço excessivo, desânimos, tristeza constante, ansiedade, memória falha, perda de apetite, gastrite e diminuição da libido e angústia sem motivo são alguns dos sintomas que aparecem no corpo.

Muitos desses sinais são silenciosos e parecem fazer parte da nossa vida. Apesar de serem comuns, eles não são normais. É preciso estar atento ao que o nosso corpo diz.

O que fazer pra combater este mal?

Existem algumas coisas que podemos fazer pra evitar o cansaço mental ou reverter o quadro. Em alguns casos mais extremos é importante buscar ajuda de um médico.

Mas bora ver 6 dicas que podemos colocar na rotina pra ter mais saúde mental:

1. Pratique uma atividade física

Quando estamos nos sentindo exaustos parece uma missão impossível ir para a academia ou fazer qualquer atividade física. Mas temos que vencer essa barreira e ir. Os exercícios físicos reduzem o cortisol, o hormônio do estresse, e aumentam a serotonina, hormônio do bem-estar e prazer.

Além disso, a prática regular de atividade física melhora a concentração, aumenta a disposição e autoestima, ajuda no controle e prevenção de doenças crônicas, como a diabetes, hipertensão e síndrome metabólica. O exercício físico faz bem para a saúde da mente e do corpo.

2. Se alimente bem

Você sabia que a alface tem uma substância no seu talo que age como um calmante? Sabia que a banana ajuda a diminuir a ansiedade? As vitaminas e minerais encontrados nos legumes, verduras e carnes trazem vários benefícios para o sistema nervoso central. Por isso, alguns sintomas do cansaço mental podem ser combatidos e amenizados por meio de uma alimentação natural e equilibrada.

Por outro lado, o consumo excessivo de alimentos processados, com muito açúcar ou sódio e álcool podem causar o cansaço mental. Isso acontece por que esses tipos de alimentos podem causar letargia e cansaço, diminuem a energia disponível pra fazer as outras tarefas.

3. Durma bem e tenha bons sonhos

Para o corpo funcionar bem é necessário dormir cerca de 8h por noite. A quantidade de horas de sono é individual — alguns precisam de mais outros menos — e ela varia ao longo da vida,  a quantidade de horas necessárias diminui a medida que envelhecemos.

Além da quantidade de horas, a qualidade do sono é importantíssima. Evite dormir com televisão ligada ou luz acesa, tente dormir e acordar sempre no mesmo horário, beba um chá ou leite morno antes de dormir pra relaxar.

4. Exercite sua mente

Pode parecer estranho que pra evitar o cansaço mental você tenha que exercitar a mente, ou seja, usar mais um pouquinho do seu cérebro. Ler um livro, fazer palavras-cruzadas ou sudoku, tocar um instrumento musical, aprender um novo idioma, montar quebra-cabeças são ótimas maneiras de exercitar o cérebro e ajudam a relaxar.

Essas atividades ajudam a desenvolver o raciocínio e a concentração, o que melhora a capacidade do cérebro. Além de ajudar a combater e prevenir o cansaço mental, essa prática ajuda a manter a integridade cerebral na velhice.

5. Tenha (e use!) uma agenda

Um dos malefícios que o cansaço mental traz é a perda da memória. Quem está sobrecarregado e depende da memória pra se lembrar de todos os eventos e compromissos pode acabar ficando na mão. Comece a usar uma agenda pra anotar compromissos e lembretes, isso ajuda a deixar a cabeça mais livre para o que realmente é importante na sua vida.

Pode ser uma agenda de papel, um planner, post its, a agenda do celular ou aplicativos, como o Evernote. Encontre o que mais funciona no seu dia a dia e anote tudo!

6. Se divirta

Ter um momento com a família e os amigos é essencial pra recarregar as energias e relaxar. Separe um tempo na sua agenda pra encontrar as pessoas que você ama e faça algo prazeroso: vá ao cinema, ao parque, a um restaurante e aproveite a companhia pra jogar conversa fora.

É importante também separar um tempo pra você mesmo. Aproveite a sua companhia e faço algo que você gosta. É um tempo em que você pode organizar seus pensamentos e emoções e desenvolver o autoconhecimento.

O cansaço mental é algo muito sério, mas que, às vezes, é tratado como algo normal. Ele se desenvolve aos poucos, mas pode levar ao burnout. Agora que você já sabe como identificar os sinais e sintomas, fique atento e se cuide! Aproveite as nossas dicas pra evitar o cansaço mental e tenha uma vida mais saudável e plena.

Você gostou deste conteúdo? Então compartilhe com seus amigos nas suas redes sociais, assim mais pessoas vão aprender sobre o cansaço mental e vão saber como combatê-lo!