Proteína pós-treino: ela realmente traz resultados?

em

Hoje em dia, as pessoas estão cada vez mais em busca de ter qualidade de vida e um corpo bonito e saudável. Pra isso, elas tentam praticar exercícios físicos regularmente e manter uma alimentação equilibrada, pra potencializar os efeitos dos treinos. Isso tudo ajuda a alcançar músculos mais definidos, o aumento de massa magra e a perda de gordura corporal!

O que a gente come antes e depois das atividades físicas influencia diretamente nos resultados. Se o objetivo maior é ganhar massa muscular com saúde, a proteína pós-treino é uma excelente aliada!

Neste post, vamos falar sobre a proteína pós-treino e os seus benefícios, e explicar como ela pode te ajudar a alcançar um corpo mais definido e em forma. Ficou interessado? Então vem com a gente!

Qual é a importância das proteínas para o nosso organismo?

Elas são formadas por uma cadeia de aminoácidos, sendo que cada uma tem a sua combinação desses elementos. Depois da água, a proteína é a substância mais encontrada em nosso corpo, porque está na formação dos tecidos e faz parte das funções vitais e hormonais. Sua maior concentração está nos músculos, por isso é indispensável para a reparação, construção e manutenção deles.

Outras funções muito importantes das proteínas são:

  • a reparação de células e tecidos;
  • o aumento da imunidade;
  • o processo de cicatrização;
  • a construção e manutenção de massa muscular.

Elas se dividem em essenciais (as que o organismo não consegue produzir e nós temos que ingerir), e as não essenciais (que são as que a gente é capaz de fabricar). Por isso, a alimentação com a quantidade certa de proteínas garante um funcionamento melhor do corpo.

Quais são os benefícios da proteína pós-treino?

Como dissemos, os músculos são feitos de proteínas e precisam delas para a sua manutenção e desenvolvimento. Quando o músculo é trabalhado em exercícios físicos, as proteínas são rompidas e precisam de reparos. É assim que acontece o aumento da massa muscular, e é por isso que a proteína pós-treino é tão importante!

Um estudo de 2014 provou que a ingestão de proteína pós-treino é capaz de aumentar a massa muscular. O grupo que consumiu o Whey Protein (um suplemento alimentar à base de proteínas do soro do leite) logo depois dos exercícios de fortalecimento teve resultados melhores de hipertrofia em comparação ao grupo que não consumiu a proteína.

Existem outros benefícios da proteína para a saúde. Quer conhecer alguns?

Emagrecimento

As proteínas aumentam a saciedade e diminuem o índice glicêmico das refeições. Por isso, o seu consumo regular em todas as refeições ajuda no emagrecimento saudável.

Aumento da imunidade

As proteínas participam de alguns processos do sistema imunológico, por isso ele fica mais forte com o consumo adequado.

Controle do estresse

O triptofano, aminoácido presente em muitas proteínas, é precursor da serotonina — um hormônio responsável pelas sensações de prazer e bem-estar.

Cabelos, pele e unhas mais bonitos

Os cabelos e as unhas contêm muitas proteínas e precisam delas pra se manterem fortes e saudáveis. Além disso, a firmeza da pele está relacionada a uma proteína chamada colágeno.

Como consumir a proteína pós-treino?

Pra ter o aumento de massa muscular e a perda de gordura, a forma de consumir a proteína faz toda a diferença. O ideal é ingerir no máximo 30 a 45 minutos depois do treino, pra que o organismo utilize essa proteína no reparo e no crescimento dos músculos.

Pra quem faz exercícios físicos, a recomendação diária de ingestão de proteínas é de 1,2g a 2g por quilo de peso corporal. Sendo que, depois do treino, a gente tem que consumir de 20g a 30g de proteínas de alto valor biológico.

Mas só um nutricionista vai ser capaz de avaliar o seu perfil nutricional e dizer a quantidade certa e saudável — uma quantidade abaixo do ideal seria insuficiente e, acima, seria usada como energia.

Quais são as melhores fontes de proteína pós-treino?

As proteínas de alto valor biológico são as mais recomendadas porque são as que o organismo consegue aproveitar totalmente. Elas estão presentes nos alimentos de origem animal como ovos, carnes, leite, queijos e iogurtes.

Os suplementos proteicos também podem ser grandes aliados, principalmente porque são fáceis de consumir e são absorvidos mais rápido.

Que tal conhecer as propriedades desses alimentos?

Ovos

As claras são famosas fontes de proteínas: são excelentes para a recuperação muscular. Outra vantagem dos ovos é que a gema é rica em Ômega 3, que diminui o processo inflamatório gerado durante o treino e auxilia na perda de gordura corporal.

Carnes magras

As carnes, em geral, contêm aminoácidos valiosos para a construção muscular. Mas a gordura delas atrasa a digestão e absorção das proteínas. Por isso, no pós-treino, o melhor é consumir as carnes magras, como o frango sem pele.

Leite, queijos e iogurtes desnatados

O ideal é que eles sejam desnatados, porque a gordura das versões integrais também atrasa a digestão das proteínas. A presença de carboidratos, vitaminas e minerais é outra vantagem desses alimentos, que têm proteínas de fácil absorção — o que ajuda na recuperação rápida dos músculos.

Whey Protein

O suplemento em forma de shake é famoso pelos seus efeitos na hipertrofia e conta com todos os aminoácidos essenciais para a construção de massa muscular. Além do mais, o seu consumo é prático e a digestão é mais rápida do que as outras fontes de proteínas.

Ele pode ser encontrado na forma:

  • concentrada: contém carboidratos e gorduras;
  • isolada: é a proteína pura;
  • hidrolisada: é parcialmente quebrada, facilitando a digestão.

Como vimos, as proteínas são nutrientes indispensáveis para o organismo, porque têm diversas funções importantes e fazem parte dos tecidos — principalmente dos músculos, sendo responsáveis pela reparação e construção deles.

O consumo certo da proteína pós-treino é essencial pra quem deseja ter um corpo mais definido ou aumentar a quantidade de massa muscular. Por isso, pra ter um resultado melhor com os exercícios e alcançar o objetivo de ter um shape mais bonito, invista na proteína pós-treino!

Gostou do nosso post? Tem alguma dúvida, crítica ou sugestão? Então deixe um comentário!