Saiba como escolher músicas pra treinar e turbinar seu desempenho!

em

Você sabia que uma playlist caprichada pode aumentar o seu desempenho nas atividades físicas? Já está comprovado que ouvir músicas pra treinar é indispensável pra ter aquele gás extra. O problema é que nem sempre a escolha que fazemos é a ideal pra atingir bons resultados.

É fácil perceber que, quando treinamos com uma música animada, conseguimos manter a concentração e o foco por mais tempo, mesmo naqueles dias em que a preguiça e a desmotivação tomam conta. Ao contrário, quando escutamos uma canção lenta, ficamos relaxados e concentrados.

No post de hoje, vamos explicar a importância de ouvir músicas de acordo com a modalidade e a intensidade de cada exercício. Também vamos dar várias dicas de como montar uma playlist muito bacana pra manter o pique e alcançar ótimos resultados!

Por que é tão importante escolher boas músicas pra treinar?

Quando a gente faz exercícios escutando uma música animada, fica fácil concentrar a energia, manter o pique e melhorar o desempenho, o que deixa o treino mais leve, natural e agradável. O humor fica nas alturas, o foco é mantido, a sensação de dor é diminuída e o cansaço é mandado pra bem longe.

Não existe uma fórmula perfeita pra escolher as melhores músicas, mas alguns cuidados são essenciais. Não adianta ouvir ritmos que combinam com corrida se você está naquele treino concentrado ou fazendo uma caminhada leve, por exemplo.

É legal procurar um som compatível com o seu tipo de treino. Pra uma corrida, que tal uma música agitada? Se for fazer uma caminhada leve, a opção deve ser uma mais calma, que te mantenha relaxado e concentrado ao mesmo tempo.

Músicas com muitas batidas e ritmo acelerado podem ajudar a atingir a frequência cardíaca desejada durante o exercício. As lentas são boas escolhas pra hora da recuperação e do relaxamento. Se for usar fone de ouvido, não deixe o volume muito alto, pra não prejudicar a audição e tirar a sua atenção do ambiente externo.

Como encontrar as melhores músicas?

Com certeza você já tem a playlist do seu treino. Mas será que todas as escolhas estão de acordo com o seu objetivo? Veja agora o que é preciso observar pra montar uma trilha sonora imbatível!

Observe o ritmo

Por mais que você não esteja em um dos seus melhores dias, não adianta colocar aquela música triste e esperar bons resultados. Mas também não precisa colocar um rock alto e pesadão: use o bom senso e o equilíbrio!

Um sertanejo sofrência pode ser muito bom pra curtir uma fossa, mas, durante o treino, é melhor que você fique mais animado do que nunca. Vale colocar a trilha sonora de algum filme que te inspire ou até mesmo a música das baladas do momento: o importante é te estimular!

Escute a favorita no momento certo

Pra algumas pessoas, a música predileta costuma atrapalhar um pouco a concentração nas séries finais de um exercício. Por isso, dê o play nela quando for fazer algum exercício de longo prazo (o cardio, por exemplo), porque a distração pode aumentar a sua sensação de conforto e adiar o cansaço dos músculos.

Faça uma boa seleção

Nos dias em que estiver disposto a superar os seus limites, aproveite pra encontrar aquelas músicas mais animadas e gostosas de ouvir. Isso pode fazer uma grande diferença no resultado do treino e até dar um gás maior que um personal trainer, justamente por ser um incentivo escolhido por você.

Deixe a vergonha de lado

Outra dica importante é não ter vergonha ou medo de escolher músicas que você não ouve no dia a dia. Se aquele funk ou rap da moda tem um ritmo mais divertido e frenético, aproveite que está de fone pra esquecer o mundo lá fora e escutar sem culpa. Vale até cantar baixinho!

Procure se desligar um pouco desses pensamentos bobos e se concentre só no exercício: é a melhor coisa que você pode fazer pra superar os seus limites.

Pense no pós-treino

Além de trazer bem-estar, encontrar o tipo certo de música também pode ter efeito no sistema nervoso e ajudar na recuperação pós-treino.

Mas, por ser uma escolha muito pessoal, é impossível determinar um ritmo padrão pra relaxar. Ele só não pode parar quando você sair da academia! Continue escutando no caminho pra casa, enquanto toma banho ou até passar a sensação de cansaço.

Quais são as melhores músicas pra treinar?

Se ainda está em dúvida e precisando de inspiração, dê uma olhada na seleção que preparamos especialmente pra você:

  • Martin Garrix — Animals;
  • Afrojack ft. Wrabel — Ten Feet Tall;
  • Avicii — The Nights;
  • David Guetta ft. Nicki Minaj, Bebe Rexha & Afrojack — Hey Mama;
  • Rihanna ft. Calvin Harris — We found love;
  • Anitta — Vai malandra;
  • Blink 182 — Stay Together for the Kids;
  • Emicida — Levanta e Anda;
  • Fort Minor — Remember The Name;
  • Drake — One Dance;
  • Calvin Harris — This Is What You Came For;
  • Mike Posner –— I Took A Pill In Ibiza (Seeb Remix);
  • Rihanna — Work;
  • Tinashe All — Hands On Deck (Giraffage Remix);
  • Jonas Blue — Fast Car (Radio Edit);
  • Rihanna — Bitch Better Have My Money;
  • The Chainsmokers — Don’t Let Me Down (Hardwell & Sephyx Remix);
  • Capital Cities — Kangaroo Court;
  • Daft Punk — Lose Yourself to Dance;
  • Metallica — Ronnie;
  • Hallowed be thy name — Machine head;
  • Capital Cities — Safe and Sound;
  • Avicii — Wake me up;
  • Calvin Harris — Summer;
  • Pitbull — Timber;
  • David Guetta ft. Ne-yo, Akon — Play Hard;
  • Maroon 5 — One More Night.

Não importa o ritmo, o legal é escolher as músicas pra treinar que façam você se sentir bem. Não precisa se preocupar em seguir aquelas listas mais bombadas, que estão na moda e que todo mundo recomenda. O que vale é usar a inspiração e criar uma playlist que te inspire e agrade de verdade.

Gostou da seleção de músicas pra treinar que preparamos pra você? Lembrou de alguma que não foi citada? Deixe o seu comentário e conte pra gente!