Será que parar de beber emagrece?

Seja qual for o objetivo do seu treino, é preciso ter disciplina. Além de manter a frequência das atividades, precisamos ter hábitos saudáveis de alimentação e de vida. Nesse ponto, o consumo de álcool é uma das maiores dúvidas das pessoas que iniciam atividades físicas. A pergunta que não quer calar é: parar de beber emagrece?

Pensando nisso, trouxemos este artigo pra acabar de uma vez por todas com essa dúvida. Continue com a gente e descubra!

Parar de beber emagrece?

A resposta pra essa pergunta não é tão simples. De fato, parar de beber pode ajudar a emagrecer, mas isso também vai depender dos seus hábitos alimentares e estilo de vida. Não adianta nada cortar o consumo de álcool mas continuar comendo alimentos gordurosos, exagerando nos doces e sendo sedentário, por exemplo.

Parar de beber emagrece porque as bebidas alcoólicas, principalmente a cerveja, são muito calóricas. Em termos de calorias, a ingestão do álcool pode ser comparada ao consumo de carboidratos.

Por isso, se você quer emagrecer e chegar aos melhores resultados no menor tempo possível, deve considerar parar de beber, ou pelo menos dar uma diminuída.

Vale lembrar que o consumo excessivo e contínuo de bebidas alcoólicas é prejudicial à saúde, podendo comprometer sua capacidade de concentração, reduzir a qualidade do seu sono, aumentar os seus níveis de colesterol e até causar doenças graves no fígado.

Sendo assim, o desejo de emagrecer pode ser um ótimo estímulo pra você reduzir o consumo de álcool e adotar uma vida mais saudável.

Como as bebidas agem no organismo?

As bebidas alcoólicas têm moléculas de etanol. Quando bebemos, essas moléculas passam pela mucosa da boca e pelo esôfago, até chegarem ao estômago e ao intestino. Durante todo esse caminho, as moléculas passam a cair na corrente sanguínea, por onde são transportadas para o cérebro, o fígado, o coração e os rins.

Além de serem muito calóricas e causarem o ganho de peso, as bebidas alcoólicas podem afetar diversos órgãos, desidratando o seu corpo, reduzindo a sua performance nos treinos e abalando a sua imunidade. Essas condições são extremamente prejudiciais, em especial para as pessoas que buscam emagrecer.

Veja a seguir o que cada bebida pode causar ao seu organismo.

Cerveja

Uma latinha de cerveja tem 151 calorias, em média. O grande problema é que raramente as pessoas param na primeira lata. Por isso, sim, a cerveja pode engordar.

Além disso, a bebida age no organismo como uma espécie de diurético, que nos faz eliminar mais urina deixando o corpo desidratado. Por isso, é recomendado intercalar: a cada dois copos de cerveja, um copo de água.

Vinho

O vinho é uma bebida mais fina, que geralmente acompanha as refeições. Ainda assim, é bastante calórico. Uma pequena taça de vinho tinto tem cerca de 107 calorias.

Destilados

Os destilados costumam ter o teor alcoólico bastante elevado e, ao contrário do que muitas pessoas pensam, também são calóricos. Além disso, as pessoas têm o costume de misturar os destilados com refrigerantes, sucos e energéticos, o que tende a engordar ainda mais.

Caipirinha

A bebida mais brasileira de todas esconde algumas armadilhas pra quem quer emagrecer. Em primeiro lugar, o seu sabor doce dá a sensação de que não estamos ingerindo o álcool, por isso acabamos tomando uma quantidade bem maior. A outra armadilha está em um dos principais ingredientes da bebida: o açúcar refinado.

Cada copo de 200ml leva cerca de três colheres de açúcar. Um copo de caipirinha simples, com vodka, açúcar e limão, tem 310 calorias. Pra ter uma noção melhor, dois copos pequenos de caipirinha têm mais calorias que um sanduíche de fast food com dois hambúrgueres!

O que vai acontecer com o meu corpo?

Além do emagrecimento, fazer uma pausa nas bebidas alcoólicas ajuda a melhorar a qualidade do seu sono, aumentar o seu poder de concentração e memorização no trabalho, te deixar mais disposto, melhorar a aparência da sua pele, diminuir os sintomas de ansiedade e prevenir doenças graves.

O consumo de bebidas alcoólicas atrapalha o meu treino?

Se você costuma beber, sabe que uma noitada de exageros pode trazer alguns sintomas indesejados no dia seguinte. Quem nunca teve a famosa ressaca? Dor de cabeça, enjoos, cansaço e dor de estômago marcam presença, e é claro que tudo isso atrapalha o rendimento do seu treino.

Na realidade, a ressaca é um dos grandes motivos que levam as pessoas a abandonarem seus treinos uma vez ou outra. Quando essa situação vira um hábito, todas as metas ficam comprometidas e, claro, cada vez mais distantes.

Vale lembrar que, para um treino completo e funcional, é preciso se alimentar bem, estar disposto e hidratado. As bebidas alcoólicas deixam corpo cansado e desidratado. Por isso, a melhor dica é evitar beber, caso você queira treinar no dia seguinte.

Mas se você está lendo esse artigo depois de uma bebedeira daquelas e está na dúvida entre treinar ou não, avalie a sua disposição e, principalmente, as suas condições físicas. Tome bastante água durante o dia e só treine quando recuperar o ânimo.

Como substituir as bebidas alcoólicas?

Parar de beber não significa começar a recusar todos os convites para os bares com os amigos, os drinks com os sócios ou os churrascos com a família. Você pode socializar, se divertir e viver ótimos momentos com pouca — ou nenhuma — bebida alcoólica. Que tal se permitir isso uma vez por semana, por exemplo?

No bar, por exemplo, é possível substituir a cerveja por um suco funcional ou um drink sem álcool. E, se bater aquela vontade de beber e viver uma noitada, você pode fazer isso, mas sempre evitando exageros e com a consciência de que vai precisar correr atrás do prejuízo depois.

Uma boa alternativa pra quem não quer parar totalmente de beber é substituir as bebidas mais calóricas, como a cerveja, por outras que engordam menos. A vodka, o gim e o vinho branco têm menos calorias e podem ser misturados com suco natural sem açúcar. Mas é bom lembrar que essas opções têm o teor alcoólico mais alto que a cerveja e podem deixar você bêbado mais rápido. Aqui, aquela dica de intercalar com copos de água também vale ouro!

Agora que você já sabe que parar de beber emagrece — desde que seja uma decisão consciente e aliada a um estilo de vida saudável —, é hora de definir os seus objetivos, traçar boas metas e adotar novos hábitos.

Quer ver mais dicas como essas? Então deixe um comentário contando quais são as suas dúvidas sobre treinos e emagrecimento!